Como as instituições financeiras verificam a renda de quem pede um empréstimo?

As instituições financeiras precisam estar seguras quanto à capacidade de pagamento dos tomadores de empréstimo e, por isso, farão um levantamento dos rendimentos mensais de quem solicita crédito. Dependendo da fonte de renda, vários documentos podem ser apresentados.

Abaixo, vamos relacionar os meios mais utilizados para comprovação de renda junto às instituições financeiras.

1. Declaração do Imposto de Renda

Se você está na faixa de obrigatoriedade de declarar seus rendimentos anualmente à Receita Federal, pode usar a cópia de sua Declaração de Imposto de Renda como comprovante.

Vale lembrar que você pode entregar a declaração à Receita Federal mesmo não sendo obrigado. É uma boa maneira de ter um documento comprobatório de renda sempre disponível.

2. Carteira de Trabalho e contracheques (holerites)

Para os assalariados, a carteira de trabalho assinada pelo empregador serve de comprovante de rendimentos. Os contracheques e recibos mensais de salário também podem ser aceitos.

Portanto, guarde sempre seus contracheques ou recibos de pagamentos de salário. Eles serão um meio seguro de comprovar sua renda, quando precisar de um empréstimo pessoal.

3. Comprovante de recebimento de aposentadoria ou pensão

O Instituto Nacional de Previdência Social (INSS) emite um informativo de benefícios aos aposentados e pensionistas, que serve como comprovante de renda junto às instituições financeiras.

Quem recebe renda complementar de fundos de pensão ou de previdência privada também pode apresentar seus informes mensais de rendimentos recebidos do órgão competente.

4. Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (DECORE)

E quem é autônomo ou profissional liberal? Estes podem procurar um contador com registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC) e solicitar a emissão da DECORE.

Ela será o comprovante de renda tanto para prestadores de serviço autônomos como pedreiros, motoristas, feirantes, diaristas etc, quanto para profissionais liberais, como médicos, dentistas, advogados, engenheiros e empresários em geral.

O contador vai emitir a DECORE com base em recibos de pagamento de autônomo (RPA), notas fiscais, extratos bancários, declaração do IR e outros. A declaração exibirá um selo controlado pelo CRC, para atestar sua autenticidade.

5. Comprovantes para quem vive de renda

Proprietários de imóveis alugados, investidores no mercado de ações e outros tipos de renda podem usar a Declaração de Imposto de Renda como comprovante, já que são obrigados a declarar anualmente.

Quem vive do rendimento de aplicações financeiras ou fundos de investimento pode comprovar a renda com extratos bancários e até com a DECORE, dependendo do caso.

Para concluir, é bom saber que os documentos aceitos como comprovantes de renda podem variar de acordo com a instituição bancária. Sendo assim, solicite informações diretamente ao banco ou instituição de sua escolha.

E não se esqueça de guardar com cuidado todos os documentos que possam servir para comprovar seus rendimentos mensais! Todos serão importantes no momento de solicitar um empréstimo pessoal ou outro tipo de crédito.

Comentários sobre Como as instituições financeiras verificam a renda de quem pede um empréstimo?

Adicionar uma revisão
Ordenar por:

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
Sem comentários, o seu será o primeiro.