Como os tomadores de empréstimo no Brasil podem checar o próprio histórico de crédito?

Para conceder crédito a alguém, as instituições financeiras precisam conhecer a história financeira do candidato, para se prevenir contra uma eventual falta de pagamento.

Quando você pede um empréstimo, o levantamento de seu passado financeiro e de sua história como pagador constarão em um relatório de crédito, que será determinante para a aprovação de seu pedido.

E que tipo de informações serão consultadas pelos bancos e financeiras para decidir a viabilidade de um empréstimo pessoal ou de outra modalidade? No Brasil, como é possível checar seu próprio histórico de crédito? Que órgãos procurar e quanto isso vai custar?

Continue lendo o nosso artigo e encontre respostas para dúvidas como essas acima.

1. O que compõe o seu histórico de crédito?

Tudo o que envolve sua vida financeira e seu comportamento na praça será parte do levantamento cadastral e do histórico do candidato. Veja exemplos do tipo de informações colhidas:

  • patrimônio e rendimentos mensais;
  • empréstimos já existentes em qualquer modalidade, como crédito pessoal, financiamento habitacional, compra de veículos etc;
  • pontualidade nos pagamentos, seja aos bancos, ao comércio ou a prestadores de serviços;
  • quitação de impostos e encargos junto aos órgãos públicos;
  • emissão de cheques sem provisão de fundos etc.

2. Como você pode ter acesso ao seu histórico de crédito?

No Brasil, não existe um órgão único, público ou privado, ao qual se dirigir para solicitar um relatório abrangente de seu histórico de crédito. As instituições financeiras consultam diferentes bancos de dados para levantar a situação cadastral dos candidatos a um empréstimo. Alguns são gerenciados por órgãos públicos, outros mantidos pela iniciativa privada.

É possível obter relatórios de crédito abrangendo um determinado período de tempo, conforme a necessidade. Você pode se dirigir pessoalmente aos órgãos de proteção ao crédito e acessar sua história pregressa, sem pagar nada por isso. Alguns permitem consultas pela Internet ou via correio.

3. Quais são os principais bancos de dados consultados na concessão de um empréstimo?

Cadastro de Emitentes de Cheques sem fundos (CCF) - Banco Central do Brasil: registra nome e CPF de correntistas bancários que emitiram cheques sem ter saldo para a cobertura.

CADIN: informa as dívidas não quitadas junto aos órgãos de administração pública federal. Por exemplo, se você está em débito com a Receita Federal, seu nome pode constar no CADIN.

SERASA Experian: armazena dados de pessoas físicas e jurídicas, tais como títulos protestados, emissão de cheques sem fundos etc. O foco são informações bancárias, mas também informa nomes negativados no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

SPC: banco de dados mantido pelas associações comerciais e câmaras de diretores lojistas, que registra o nome de inadimplentes no comércio.

Boa Vista SCPC: patrocinado por empresas privadas, como a Associação Comercial de São Paulo, reúne informações financeiras de consumidores de todo o território nacional.

Vale lembrar que as instituições bancárias, comerciais ou públicas precisam enviar um comunicado à pessoa inadimplente, antes de registrar seu nome em alguma lista restritiva ao crédito.

Agora que você já sabe como acessar seu histórico de crédito, leia também o nosso post que ensina como construir um bom conceito financeiro e preservar sua boa reputação na praça!

Comentários sobre Como os tomadores de empréstimo no Brasil podem checar o próprio histórico de crédito?

Adicionar uma revisão
Ordenar por:

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
Sem comentários, o seu será o primeiro.